Alimentos para deixar os cabelos mais brilhantes

5 jun 2017

Não são só os hidratantes capilares que fazem os cabelos ficarem com mais brilho e visualmente mais saudáveis, os alimentos também podem ser grandes auxiliares na busca pelos fios perfeitos. A nutricionista Elaine de Pádua enumera alguns alimentos e compostos e explica as suas principais características para o tratamento dos cabelos.

cabelos

As castanhas, as amêndoas, os cereais integrais e o germe de trigo são compostos pelo zinco, que é um elemento essencial para o crescimento e desenvolvimento dos cabelos. “Um cardápio pobre em zinco pode refletir na redução do mineral na fibra capilar.  Sua deficiência pode causar cabelos finos, quebradiços, sem brilhos e avermelhados”, disse a nutricionista.

Castanhas-nozes-e-amêndoas

A especialista destaca também a biotina (levedo de cerveja) dentre os compostos que fazem bem aos cabelos. Segundo ela, a substância previne cabelos quebradiços já que estimula a biossíntese capilar, “ela pode restaurar os fios deixando-os sedosos, brilhantes e macios, principalmente em cabelos com déficit desta vitamina. Porém, a ingestão excessiva de álcool, café, ovos crus e antibióticos, comprometem significativamente os níveis de biotina, bem como sua absorção pelo organismo”, comenta Elaine.

O consumo de biotina e zinco têm se mostrado eficiente na manutenção capilar deixando os cabelos mais restaurados e também mais resistentes. Desse modo é recomendado consumir uma colher de sopa de levedo por dia (cerca de 8mg/dia).

beneficios-aveia-620x330

O silício, que está presente na aveia, na sardinha e na cavalinha, estimula o crescimento de cabelos, já que auxilia no desenvolvimento das proteínas fibrosas. A deficiência de silício gera cabelos secos, fracos e quebradiços. “Outra boa função é na redução da formação de pontas duplas, já que as principais causas da desestruturação do colágeno é a sua diminuição”, explica. Ela recomenda uma colher de sopa de aveia todos os dias, ou um filé de peixe por semana.

especialistas-recomendam-a-ingestao-de-agua-conforme-a-sensacao-de-sede_922459

Outro conselho da nutricionista é a ingestão de água. Foi demonstrado em um estudo na Dermatology Clinic que o consumo de 120 gramas de proteína mais dois copos de água diariamente evitam o ressecamento da cutícula (evitam que a cutícula capilar se abra), isso por conta do aumento da capacidade de retenção da água (hidratação do fio). “Cabelos sem brilho e ressecados sinalizam cutículas bastante danificadas devido a diminuição da quantidade de aminoácidos, então a sugestão é beber dois litros de água por dia”, finaliza Elaine.

Sobre Elaine de Pádua

Nutricionista pós-graduada em Nutrição nas Doenças Crônico-Degenerativas pelo Instituto de Pesquisa e Ensino do Hospital Israelita Albert Einstein. Especialista em Adolescência para equipe multidisciplinar pela Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Pós-graduada em Nutrição Funcional pela Universidade Cruzeiro do Sul. Atualmente é mestre pela UNIFESP.  Autora do Livro “O que tem no prato do seu filho?”, Editora Alles Trade. Ministra palestras em diversas empresas como Nestle, Itaú Unibanco, Bovespa, Grupo O Boticário etc.